Posts Tagged ‘segurança’

“Mãe dá tudo o que sabe”!

Dezembro 21, 2008

mae_suporta_pilar

“estimados matulões e matulonas como eu, sou uma sortuda pois tenho uma raridade de Mãe. dá tudo o que sabe e o que nem a quarta classe teve a chance de ensinar. bem cedo fez-se à vida. por uma mão cheia de pedrinhas passou por cima e ganhou com humildade. hoje, suporta bem e com classe… e o resto, só nós sabemos”.

[uma coisa garanto: viro-me para trás e seguras sinto que estamos!]

a minha Senhora Mãe que mais parece minha irmã celebra hoje 58 anos!

“sou bovino português!”

Dezembro 11, 2008

gado_bovino_portugues

afinal, os portugueses podem “papar” à vontade a carninha boa, a bovina carne_bovino_portugues pois a contaminada não saiu da irlanda.

http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Sociedade/Interior.aspx?content_id=1056583

a palhinha de cá é boa.

“a sobriedade de Sócrates para as famílias portuguesas em 2009”!

Dezembro 3, 2008

 José Sócrates está no sexto lugar do ranking espanhol dos mais elegantes do Mundo.  http://fama.sapo.pt/index.php?option=com_content&task=view&id=2740&Itemid=31

o político português “já dava jeitos disso” até nas intervenções pelo governo em debate parlamentar… e o gostinho pelo grená, idem.

seguro de si próprio, o primeiro-ministro de portugal antevê um 2009 mais folgado para os portugueses. socrates_eleito_elegante_sobriedade_2009  

a tal sobriedade do ” Sr. nosso governante” que dá gosto ouvir e dá razões para envaidecer o país inteiro. a elegância no endireitar desejada. http://tsf.sapo.pt/PaginaInicial/Economia/Interior.aspx?content_id=1053462

a linha do vouga tem uma “passagem e meia por kilómetro”

Novembro 20, 2008

a linha do vouga tem 96.2 kilómetros de extensão, 158 passagens de nível, ou seja, mais de uma passagem e meia por kilómetro. http://www.labor.pt/noticia.asp?idEdicao=155&id=7504&idSeccao=1581&Action=noticia

58 passagens de nível vão à vida a partir do centenário [início das comemorações a 23 de novembro] da linha do vouga e nos concelhos de espinho, santa maria da feira, são joão da madeira, oliveira de azeméis, albergaria-a-velha, águeda e aveiro, comprometeu-se a REFER, rede ferroviária nacional.

uma supressão colectiva, “questão de dias e de vidas sem mortes”. avivar a linha com outra cor. outra fama merece o vouguinha. centenario_linha_vouga_adeus_passagem_nivel

falta de guarda-corpos e ferros são a maior “queda para a morte”.

Novembro 17, 2008

seguranca_nas_obras

li atentamente uma reportagem no Diário de Notícias, “arriscar a vida nas obras” [http://dn.sapo.pt/2008/11/15/sociedade/arriscar_a_vida_obras.html], elaborada e “colada durante dois dias” à uma inspecção feita pelos inspectores da autoridade para as condições do trabalho ( ACT ) em grandes obras da grande lisboa.

51 precalços na construção civil deram origem a mortes este ano. as quedas em altura lideram. constatou o DN que a falta de guarda-corpos e de ferros é visível nas obras. ainda bem que, tele-à-vista, o velódromo nacional – centro de alto rendimento de sangalhos, uma grande obra da “grande bairrada” foge ao comum ( foto ) e residente orgulhosa. numa pequena composição fotojornalística da obra, também concentrar e “luzir” tanta segurança visível como o colete, o capacete, luvas… é obra.

“ganham em média cinco euros por hora… 653 euros o rendimento médio dos trabalhadores da construção civil… 556,4 mil empregados na construção civil no 2º trimestre de 2008″… destaco e uma profissão de risco 24 horas.

pergunto: quem é que se queixa em trabalhar no “condicionado ambiente” e aos fins-de-semana… e “ultrapassa até os 653 euros” e no rés-do-chão pisa?

“os operários conhecem os perigos que enfrentam todos os dias, mas dizem não ter opção”.

“vidas longas com a supressão!”

Novembro 13, 2008

 linha_vouga_centenaria_supressao_passagens

a linha do vouga, a linha que foi conhecida como linha do vale das voltas e derivada ás curvas forçadas e no histórico se fala, teve mesmo a sina de acidentada. precisamente no dia 23 de novembro, dia do centenário, a REFER vai assinar para que se proceda ao início da supressão de passagens de nível e à automatização de outras. em causa está o “mudar a sina” da linha do vouga e não o futuro da mesma. lema da CP e da REFER: seguramente, avivar a linha do vouga.

“vidas longas com a supressão”. quis recriar para o centenário que se aproxima. a ferrugem sinaliza as mortes evitadas em anos anteriores. o vouguinha segue pois os passageiros estimam-no e muito no quotidiano, e merece outra fama.

o meu logotipo das comemorações, colado e partilhado.

http://www.cm-aveiro.pt/www/Templates/GenericDetails.aspx?id_object=31029&divName=2&id_class=2

à pergunta “acha que portugal é um país seguro”.

Outubro 29, 2008

o relatório do observatório de segurança, criminalidade organizada e terrorismo [OSCOT] revela “hoje” que quase metade dos portugueses acham o nosso país seguro, acreditam nas polícias mas de “pé atrás” com os tribunais.

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/308e02d51785e19d979b76.html

 

de março a setembro, portugal sentiu a cri[se]minalidade aumentar.

perder a noite em “agosto tranquilo”

Agosto 31, 2008

um “arrepio” quando vou na estrada mesmo a saber-me “tudo certinho direitinho”.

no terreno, os “arrepios” de quem até agradece esta operação da GNR para a televisão e para a fotojornalista, como exemplo em foto.

outros, detidos porque “arrepios” não têm.

 

 na madrugada de ontem, em toda a região centro do país, a uma operação de fiscalização de trânsito da GNR “agosto tranquilo”  [o NIC, núcleo de investigação criminal, também á lupa] fui desafiada.

Estava como profissional mas como cidadã, dei conta de que demasiadas pessoas desafiam a sorte. quem bem anda deu a cara [foto de um Sr. Exemplo]. quem embriagado se sabia tentou a fuga ou “não percebeu” o movimento do “bastão” luminoso do Sr. agente da GNR a mandar parar.

Algumas moças condutoras dos seus namorados ou amigos de salientar e “assopraram 0.0”. mais vale e bem.

2.6 foi o record no “soprar ao balão” [uns habilidosos que já não enganam o Sr. Comandante] na Mealhada onde cortaram a estrada nacional para todo aquele aparato em todo o país e em prol da segurança de todos nós. 

não imaginava o transitar de um veículo na estrada sem selo automóvel, sem inspecção e sem seguro, três em um. quem culpar mesmo? e pagar 60 euros na hora porque na sequência de uma fachina, a esposa retirou do veículo o colete reflector obrigatório e não o voltou a colocar…

 

6,4 gramas de haxixe, dois revólveres, castiçais,… apreensões de suspeitos de etnia cigana que nos “fizeram chegar” de águeda.

fui para casa por volta da 5 da manhã e para levantar cedo, mas fui “tranquila”.

perdemos a noite e pela madrugada a dentro com a “nossa guarda”.

prevenção rodoviária de pequenos

Junho 13, 2008

levam a brincar a prevenção rodoviária e de pequenos.

num piscar de olhos respeitam-se e fazem ver aos graúdos.

por aqui! [param para abastecer e pagam, atenção]