Posts Tagged ‘paralisia cerebral’

“Carolina Lucas e Ivo Sousa – tamanha solidariedade”

Dezembro 16, 2009

Carolina lucas tem queda para a pintura!

http://ww1.rtp.pt/multimedia/index.php?tvprog=23317&idpod=33092&formato=flv&pag=recentes&escolha=

sou uma menina muito esperta, nasci muito pequenina, com 29 semanas de gestação e sofri uma paralisia cerebral que me impede de andar e correr como os outros meninos.

estou a ser tratada em cuba, os tratamentos estão a correr muito bem e os srs. doutores dão-me muitas esperanças de conseguir andar sozinha. a clínica de cuba usa métodos e terapias muito avançados e mais eficientes que os nossos.

infelizmente, o sistema de saúde português não comparticipa de maneira nenhuma estes tratamentos e tem que ser a minha família a pagar tudo.

os meus tratamentos estão a ser feitos em ciclos. cada um dos ciclos custa aproximadamente 11.000 euros (excepto o primeiro, que foi mais caro).
não sei ao certo quantos ciclos necessito…nem de quanto dinheiro no total, embora os doutores digam que o meu tratamento vai ser longo.

não é fácil para a minha família e por isso vos peço que, se tiverem possibilidades, me ajudem.

todos os donativos, compras e ideias são muito bem-vindos! […]

 http://www.carolinalucas.com/

comprinhas de natal no meu bazar:

http://pt-pt.facebook.com/carolina.b.lucas  

acção de solidariedade para ajudar jovem tetraplégico vítima de acidente 

Ivo Sousa é um jovem de 19 anos, da freguesia de louredo, concelho de santa maria da feira, que em julho do ano passado ficou tetraplégico devido a um acidente. um grupo de amigos, em parceria com as associações de estudantes da escola secundária de santa maria da feira e do colégio liceal de lamas vão realizar, com o apoio da autarquia feirense, uma campanha de solidariedade para angariar fundos destinados aos tratamentos de fisioterapia do jovem e aquisição de um carro adaptado. 

a iniciativa chama-se “natal de todos, para todos” e vai decorrer no dia 18 de dezembro, no pavilhão polivalente da secundária da feira.  

o bar solidário abre pelas 09h00, altura em que inicia um torneio de pingue-pongue e um espaço aberto à criatividade dos alunos, intitulado “marca a tua associação de estudantes”. pelas 10h00, o cantor feirense Ricardo Azevedo dá uma sessão de autógrafos, seguida de workshops de DJ e dança.  

pelas 14h30 realiza-se um pedy-paper de natal e, às 15h00, um colóquio sobre futebol. “qual a táctica perfeita na vida e no campo?” conta com a participação de jogadores profissionais, nomeadamente Hugo (jogou no braga, sampdoria, sporting); Fary (jogou no beira-Mar e boavista), Palatsi (jogou no beira-Mar, guimarães e penafiel) e Fangueiro (jogou no leixões, guimarães e beira-mar), e ainda Fernando, treinador de nível 3.

depois do colóquio, segue-se um torneio de futebol no pavilhão da lavandeira.  

a partir das 21h00, a noite será animada pelo grupo de percussão rufus e circus.

seguem-se as bandas wayout e poulvarey e apontamentos momentos musicais de Lia Castro e Beto (vocalista dos dr1ve). haverá ainda um momento de dança e a exibição de um vídeo que demonstra a atitude positiva do Ivo perante os tratamentos. 

a noite encerra com um leilão solidário. 

Diogo Silva, amigo do Ivo que encabeça a organização desta acção de solidariedade, elogia “a força de vontade incrível” do jovem nos tratamentos de fisioterapia, mas salienta que é fundamental motivá-lo para a sua integração na vida profissional e social. “através da escola conseguimos uma grande mobilização dos alunos e da comunidade para que a situação do Ivo não seja esquecida. queremos criar um projecto de vida para o nosso amigo”, explica Diogo Silva.   

para mais informações, contactar Diogo Silva, através do tlm. 91 613 10 42.

 

ajudar na saúde em “alhos ou em bogalhos”!

Dezembro 2, 2008

 Carolina, http://www.carolinalucas.com/

carolina

iris Íris, http://sos_iris.blogs.sapo.pt/

 

 

10 porcento das receitas das assinaturas pela revista Bons Vícius revertem para a felicidade destas duas meninas que padecem de paralisia cerebral.

a independência futura na saúde para quem não a têm como estas duas crianças.

 a nossa atenção, em “alhos ou em bogalhos”. 

a saúde matreira ao nascer e tão cara. as portas para a esperança continuam abertas.