Posts Tagged ‘Matosinhos’

“o alzheimer será aqui e ali tratado. os cuidadores!”

Outubro 19, 2009

Demência_Doença de Alzheimer 

câmara municipal de anadia e o centro de apoio social de vila nova de monsarros promovem uma sessão de esclarecimento sobre a doença de alzheimer, no próximo dia 27 de outubro, pelas 14h00, no auditório do museu do vinho bairrada.

esta sessão de esclarecimento, intitulada “intervenção multidisciplinar: como trabalhar com o alzheimer?” decorrerá a partir de relatos da experiência de diversos técnicos, que diariamente trabalham com a demência de alzheimer e apreendem qual a melhor forma de lidar com a mesma.

o alzheimer será aqui tratado segundo a perspectiva de um psicólogo, um terapeuta ocupacional, um enfermeiro, um técnica de serviço social, e um médico que abordarão temas como “terapeuta ocupacional & acompanhamento psicológico à pessoa com demência e seus cuidadores” (psicólogo); “o lugar da terapia ocupacional na intervenção multidisciplinar” (terapeuta ocupacional); “cuidados de enfermagem à pessoa com demência” (enfermeiro) “apoio social aos cuidadores da pessoa com demência” (técnico de serviço social); “o médico de família e a pessoa com demência” (médico).

as inscrições encontram-se abertas, até dia 23 de outubro e deverão ser enviadas para o gabinete da rede social (centro cultural de anadia), via fax: 231510487.

a participação nesta sessão é gratuita e aberta a toda a população. 
[câmara municipal de anadia] 

estima-se em portugal 90 000 pessoas com doença de alzheimer…

[…] só em pombal, onde está a sede da delegação, estão a ser apoiadas 90 pessoas. é naquela cidade que, aliás, a associação vai construir o primeiro centro de dia dedicado a doentes de alzheimer na região centro. em terreno oferecido pela autarquia local e com a construção suportada pelo lions de pombal, o centro deverá estar pronto no final do ano que vem. “é importante a existência de técnicos informados que trabalhem a parte cognitiva dos doentes, contribuindo para que se mantenham o mais activos possível e se sintam úteis”, declara Rosário Cabral, lembrando a disponibilidade da alzheimer portugal para formar também os profissionais que trabalhem nos tradicionais centros de dia. “há doentes muito jovens – o meu marido tinha 49 anos – e é prejudicial que fiquem no meio de pessoas idosas, sem fazer nada, precisam de ser estimulados”, sustentou. […]

http://www.diariocoimbra.pt/index.php?option=com_content&task=view&id=4333&Itemid=135

a delegação norte da associação alzheimer portugal já inaugurou a 4 de outubro, em lavra, concelho de matosinhos, o primeiro centro de dia da zona norte, com capacidade para 15 pessoas. […]  http://www.destakes.com/redir/da68d44e17a7c0209cf9559d197f5c05 

“Celenita está gente fina!”

“debatemos sobre quem interessa neste mundo”: os sem-abrigo!

Janeiro 8, 2009

haja um Deus para colocar no sítio quem mal anda e faz, de noite e de dia. não chegam nunca aos pés de um sem-abrigo! os_que_deviam_ter_ido

http://dn.sapo.pt/2009/01/06/cidades/rituais_magia_negra_invadem_campas_p.html

_________________________________________________________________

haja “frio intemporal” para “soltar” a nossa humanidade e convencer quem merece com tolerância pois é possível, sim:

http://pela-positiva.blogspot.com/2009/01/sobriedade-e-solidariedade.html hora_do_masa

“faça-se sol com a mesma frieldade: MASA”! https://anajesusribeiro.wordpress.com/2008/12/26/os-sem-abrigo-a-quem-oferecem-o-bacalhau-so-nesta-altura-existem-todos-os-dias-daniel-horta-nova/

“os sem-abrigo a quem oferecem o bacalhau só nesta altura existem todos os dias” [Daniel Horta Nova]

Dezembro 26, 2008

esta AGENDA 2009 – reintegração pela arte, reverte para o MASA e existe da iniciativa financiada pela câmara municipal de matosinhos, (onde podemos adquirir)(http://www.cm-matosinhos.pt/PageGen.aspx?WMCM_PaginaId=12630&noticiaId=49899&pastaNoticiasReqId=15454) nas boas mãos de Luísa Pinto, directora artística do ciné teatro Constantino Nery.

10 euros de boa vontade “nossa”, e porque “deles” foi proporcionado “algo em comum”, entre os sem-abrigo e as figuras públicas que quiseram intervir e pelo mesmo objectivo: pelo MASA.

agenda_2009_masa

Daniel Horta Nova daniel_horta_nova_masa do MASA, movimento de apoio aos sem-abrigo, aceita as boas vontades  [masa.movimento.semabrigo@hotmail.com] e tal o apego partilhado, cá estou para o devido encaminhamento às pessoas envolvidas na causa. [jribeiro.ana@gmail.com]

… e sabemos que a “crise nem para ir lá fora fumar um cigarro se afasta de cá, a danada mundial que já fez das dela”. no que puderem e assim que puderem, o nosso obrigado.

acredito que “quem pode contagiar sensibilizando e no dever profissional não deixa o Daniel”:  http://jornal.publico.clix.pt/magoo/noticias.asp?a=2008&m=12&d=26&uid=&id=289260&sid=56641

“” O VÍCIO DA RUA “” [sem abrigo e o projecto MASA]

Novembro 26, 2008

“” Mudar mentalidades.

Nascia assim o MASA, um projecto pioneiro no Porto e no país, e que pretende, acima de tudo, ” mudar mentalidades “. ” Salvar uma pessoa é o objectivo principal. masa_salvar_uma_pessoa Se pudermos salvar 10 ou 100, tanto melhor”, esclarece Daniel. O projecto já teve a sua sede numa casa antiga perto do Marquês de Pombal, mas o preço elevado da renda obrigou Daniel Horta Nova e as pessoas que já acolhia a deixar o espaço. Tinham lá, à disposição dos sem abrigo, cinco camas, apenas para situações de emergência ( as pessoas ficavam lá uns dias dormidas_masa até terem condições de irem para um quarto ou para uma casa, só não deviam era sair de lá e voltar para a rua ), uma cozinha para quem tivesse fome a horas tardias, roupa que podia ser levantada por todos aqueles que tivessem frio e um espaço para trabalharem o Vidas ao Luar, o jornal que servirá para ” desmarcarar algumas situações ” e para terem dinheiro para financiar o projecto ( o jornal está neste momento na gráfica à espera de apoios monetários suficientes que lhe permitam ser impresso ). Para além disso, é objectivo do MASA ter um gabinete de apoio psicológico e psiquiátrico, que dará consultas, que se pretendem diárias, a sem abrigo – há já psicólogos e psiquiatras que se disponibilizaram a dar consultas em regime de voluntariado. Isto porque para Daniel Horta Nova, não basta tirar estas pessoas da rua., há que prepará-las antes para a mudança de vida. ” A rua é extremamente viciante. Quando uma pessoa cai nela e fica uns dois a três meses, dificilmente sairá se não houver uma preparação “, defende. E acrescenta: ” não vamos trabalhar com toxicodependentes, nem com alcoolismo, não temos capacidade nem conhecimento para isso. Trabalharemos para a gente que ainda quer ser gente “.

Um projecto que para o director do serviço de psiquiatria da FMUP é uma boa aposta ” se tiver a preocupação de fazer uma avaliação que discrimine as situações: as que são claramente sociais, as que são psico-patológicas, etc. “

Uma coisa é certa: tanto António Palha como Daniel Horta Nova daniel_horta_nova_masa1 acreditam que há pessoas que podem ser salvas. Talvez falte apenas aos próprios acreditarem. E no caso do MASA faltam apoios monetários. Em Dezembro será distribuida nas FNACs do Porto uma pequena brochura com Daniel Horta Nova e Pedro Abrunhosa, uma ajuda que veio de uma actriz da cidade. Pode ser que até lá surjam outras… “”  [ Agradecimentos: Oxalá oxala_apoio e Colégio Nossa Senhora do Rosário colegio_nossa_senhora_do_rosario ( fim… desta reportagem )

nota: a actriz da cidade do Porto que está a ajudar o MASA  é a actriz Luísa Pinto, com o projecto AGENDA 2009, reintegração pela arte, que inaugura a 12 de Dezembro, primeira edição sendo a capa Daniel Horta Nova com Pedro Abrunhosa, à venda na FNAC ( serão 12 agendas mensais sendo a foto de cada capa a de um sem abrigo com alguém famoso ), e que reverte inteiramente para o MASA com a parceria da câmara municipal de matosinhos. Luísa Pinto assumiu recentemente o cargo de directora artística do Cine-Teatro Constantino Nery em Matosinhos. http://jn.sapo.pt/paginainicial/pais/concelho.aspx?Distrito=Porto&Concelho=Matosinhos&Option=Interior&content_id=1044612

toda as intervenções são aceites e de “quem é gente para ajudar quem quer ser gente, ainda”.

copie onde puder. masa obrigada.