Posts Tagged ‘lavadouro’

“não são protagonistas nem fazem barulho a seu bel-prazer!”

Janeiro 11, 2009

“azeitão: população quer continuar a lavar roupa à mão. até pode não acreditar, mas voltar a ter os lavadouros é uma alegria tão grande. a roupa mais pequena vai à máquina, mas os cobertores, os tapetes e os cortinados lavam-se bem é aqui… (…)para dotar os carenciados de máquinas de lavar, mas para Celestina Neves ( presidente de junta de azeitão ) o mais importante desta aposta é a conservação da memória colectiva.” http://dn.sapo.pt/2009/01/11/cidades/voltar_a_os_lavadouros_e_alegria_gra.html

saga “o lavadouro da minha terreola

saga_lavadouro_da_terreola no paraimo:”

 https://anajesusribeiro.wordpress.com/2008/08/25/os-electricistas-ja-chegaram-ao-lavadouro/?preview=true&preview_id=892&preview_nonce=e7ff0ca291:

eu quero destacar um exemplo de pessoa da freguesia mas não da terreola (lugar) que sempre foi lavadouro_paraimo_protagonista_queixa 

e foi protagonista invisível quando “algo não marchou com o lavadouro” do lugar do paraimo, freguesia de sangalhos, tanque público este situado junto à variante anadia (malaposta) – oliveira do bairro.

após a queixa “pública” da forma mais acessível possível e primitiva, e também como deve ser à respectiva junta de freguesia da falta de água em novembro de 2008 constatada frustradamente numa ida ao lavadouro para lavar à mão (ainda se lava à mão e bem jeito faz), “a água voltou”! lavadouro_paraimo_protagonista_apos_queixa

hoje domingo antes de almoço, tive o privilégio de constatar (com o conhecimento da mesma pessoa) o quanto de defensora pelo nosso lavadouro tem sido, foi a autora do “placard SOS”.

deixou registar a razão (os tapetes) sem se fazer à fotografia, sem protagonismo do “pode dizer quem sou” e prova viva na forma de estar correcta perante um problema ou entrave que foi a falta de água.

a preocupação em ter as condições funcionáveis no mínimo para lavar roupa à mão no lavadouro do paraimo, já que existe, mexeu com ela e muito na dela.

marca presença com assiduidade cívica pois no fim, o despejo dos tanques é da praxe. (aqui sem a pessoa contar com este meu registo pois tinha-se ausentado no momento)

lavadouro_paraimo_protagonista_exemplo

não são protagonistas nem fazem barulho a bel-prazer, em ambos os casos!

um exemplo de uma moradora de outro lugar que se mexeu e dá vida ao que é de todos na freguesia.

o lavadouro teve sempre uma vertente social (“corte e costura” à mistura :)) mas dou muita “cor à vertente cívica cortando na casaca” (disse-lhe) de quem (estava só com o marido) marca presença impecávelmente no e pelo lavadouro da minha terreola! lavadouro_paraimo_protagonista_lava

até podem não acreditar mas a minha alegria alguém se mexer assim sem… venham elas!

Anúncios

os electricistas já chegaram ao lavadouro!

Agosto 25, 2008

   lembram-se do “lavadouro divide população”? artigo que eu postei no meu portfólio blogado no dia 22 de julho de 2008, ainda por inaugurar e ás aranhas, fora a polémica de dividir a população do lugar do paraimo, nem eu sonhava e sou das bandas e, eu residente e “encostada” ao dito lavadouro…

os electricistas já cá estão! dependendo deles, “é começar e acabar”.

a água virá do poço que se encontra ao lado do lavadouro (poço desde sempre e de origem), segundo asseguraram os electricistas, que irá levar um filtro e a sujidade visível no mesmo é só “ao de cima”.

o terreno em volta do lavadouro já tinha sido regularizado como que a “abrir caminho e alcatroar” (esperemos) há umas 3 semanas atrás e por uma retroescavadora. o presidente de junta da freguesia de sangalhos, Sérgio Aidos, também marcou presença no momento e em final de dia.

o lavadouro já tem dias contados para “marchar”!

correr dizer à Ti Zulmira que foi quem tomou conta desta “guerrinha de terreola”.

lavadouro divide população

Julho 22, 2008

 

lavadouro por inaugurar, ainda.

lavadouro divide população do lugar do Paraimo.

lavadouro mais para lá do que para cá.

variante Anadia-Oliveira do Bairro, por bem e por mal.

antigo lavadouro [people] marcou presença.

até eu vou lavar tapetes.

falta virem os electricistas, segundo o presidente de junta da freguesia de sangalhos, Sérgio Aidos.