Posts Tagged ‘funchal’

Alexander Von Humboldt e ílhavo!

Outubro 3, 2008

 

um dia, doze horas, 26 minutos, 51 segundos foi o tempo vencedor e do veleiro Alexander Von Humboldt.

http://www.jornaldamadeira.pt/not2008.php?Seccao=6&id=106077&sup=0&sdata=2008-10-03

 

Ribau Esteves vai marcar presença e assinar protocolo.

 

ílhavo bateu em visitas! [vai bater]

http://www.diarioaveiro.pt/main.php?srvacr=pages_13&mode=public&template=frontoffice&layout=layout&id_page=4987

“SEDOV não quis ir mas foi”

Setembro 24, 2008

“o nevoeiro foi teu amigo e nosso, SEDOV, mas para o funchal tinhas que rumar. A dois de outubro lá chegarás.

entretanto e dias a dentro…”

“SEDOV’s atenciosos e eu de cá”

Setembro 20, 2008

 

“excuse-me… it’s mine!

… uma voz [o sr. da câmara] por detrás de mim, ao mesmo tempo a tocar-me no ombro, todo regalado a apontar para a embarcação SEDOV. pudera. tinha-o na mira da minha objectiva e o veleiro era “deles” [parte dos tripulantes na foto], o maior veleiro do mundo, disseram-me de antemão assim que cheguei, dos 21 veleiros participantes da regata dos grandes veleiros, regata comemorativa dos 500 anos do funchal.

SEDOV é da Rússia e data de 1920.

e virei motivo: disseram-me onde sentar-me e tudo, enquadrada junto do veleiro MIR [1987], também russo e para sacar de uma foto [relíquia igualável].

o MIR mereceu um elogio dos marinheiros do SEDOV, comparativamente ao veleiro deles e para uma leiga como eu que só via “grandeza por fora”: “o nosso é o maior mas este é mais rápido”, “em inglês e em francês lá pescava”.

 

foram atenciosos e “eu de cá”. o meu registo pioneiro da regata, estes “estrangeiros” que bem me receberam abordando.

 

toda a frota [três veleiros ainda não tinham chegado, ainda eu lá] encontra-se no terminal norte do porto de aveiro, ílhavo.

 

as velas içadas e majestosas, somente na parada naval e na terça-feira dia 23 de setembro de 2008, na partida rumo ao funchal e todos os privilegiados que assim queiram “ver”, à zona do Meia Laranja do porto de aveiro devem permanecer pelas 10 horas da manhã.

até lá… “a bordo por terra” e umas actividades para levarem de recordação do município de ílhavo e dos ilhavenses [e destes, já sabido os seus testemunhos satisfatórios pois comitiva veio junto desde Falmouth, inglaterra]