Posts Tagged ‘eleições legislativas’

“um marinheiro que até passou pelo PC francês”

Setembro 25, 2009

há vidas que dão um filme. outras, que podiam ser um guião para uma história com vários capítulos, a fazer lembrar a ditadura de Oliveira Salazar, as muitas vidas marcadas por um “partido”. Militante CDU_ António ABFonseca_Aveiro

sim. durante muitos anos “o partido” foi sinónimo de PCP, e os seus militantes protagonistas do melhor da ousadia secular dos portugueses, um misto de coragem e de fio da navalha, o tal fado que bem ou mal ainda hoje carregamos.

depois desta prosa inútil chegamos a António Andrade Bidarra Fonseca Marco de nome de guerra – que nos seus 85 anos vida nos privilegiou com a história que conta, e o sorriso matreiro das que garante omitir.

sigamos então a regra: nasceu em corujeira, aldeia da guarda, e nos anos cinquenta era marinheiro no serpa pinto, navio português que a dada altura foi utilizado para levar tropas para a índia portuguesa “ameaçada” já pela invasão dos seus históricos cidadãos.

o 25 de abril encontra-o em frança. diz-nos que só acreditou na liberdade quando as portas das prisões se abriram e Cunhal regressou a portugal acompanhado de outros.

comunista:

história – há mais de 50 anos militante do PCP. Marco passou pela venezuela e pelo brasil onde, no pós-presidenciais Humberto Delgado, privou com os intelectuais.

emigrante – foi “militante” do PC francês e acompanhou os nossos emigrantes.

[artigo da autoria de Eva Cabral, publicado hoje no DN – página “eleições legislativas 2009”]

Anúncios

arruada da CDU em aveiro: “dificultosa e precária”

Setembro 23, 2009

Arruada Aveiro_ Jerónimo Sousa Arruada Aveiro_ Jerónimo Sousa_1

[…] já a meio da tarde, a caravana comunista organizou uma arruada pelo centro de aveiro, onde o secretário-geral do PCP foi uma vez mais confrontado com um jovem a quem a precariedade do emprego faz com que nem sequer tenha direito a receber subsídio de desemprego.

no final, o líder comunista, numa breve intervenção, deixou a mensagem de que, apesar das dificuldades, acredita que com trabalho “ainda será possível ter-se em portugal um governo de esquerda”.[…]

http://dn.sapo.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=1369671

“o líder do CDS mostra-se cada vez mais convicto…”

Setembro 22, 2009

Paulo Portas_CDS PP 

“quero dar-vos uma boa notícia. faltam seis dias para o regime de maioria absoluta de partido único desaparecer. faltam seis dias para Sócrates levar um banho de humildade. é isso que o povo lhe vai dar e isto é uma óptima notícia” , disse Paulo Portas, ontem à noite num jantar em oliveira do bairro.

o líder do CDS mostra-se cada vez mais convicto de que o seu partido irá obter um bom resultado nas eleições do próximo domingo e espera vir a fazer parte de uma solução governativa em conjunto com o PSD. não o afirmou taxativamente, mas ficou dito nas entrelinhas. […]

http://sol.sapo.pt/PaginaInicial/Politica/Interior.aspx?content_id=148658&dossier=Legislativas%202009

“rentrée do CDS/PP no círculo eleitoral de Paulo Portas: em aveiro”

Agosto 20, 2009

o CDS-PP escolhe habitualmente aveiro, o círculo eleitoral de Paulo Portas, Rentrée_CDSpp_Paulo_Portas para as iniciativas de abertura do ano político.

este ano, devido ao período de pré-campanha eleitoral para as legislativas e autárquicas, o CDS-PP decidiu avançar com a “rentrée” já a 22 de agosto, este sábado, para se “antecipar” ao PS e ao PSD. [fonte: SIC]

antes do comício haverá uma “reunião geral” com candidatos às eleições legislativas, autárquicos e com os presidentes das concelhias.

http://cds-pp-concelhiadeanadia.blogspot.com/2009/08/cds-pp-rentree-politica-sabado-dia-22.html

“José Manuel Ribeiro, um dos candidatos aprovados a deputado”

Agosto 5, 2009

JMRibeiro_Deputado_PSD_Aveiroda lista de candidatos aprovada ontem, em conselho nacional, faz parte Ulisses Pereira, elemento da direcção distrital, que já chefiou o gabinete do ministro Henrique Chaves

 

outros nomes, de um total de 20, entregues pela distrital aos órgãos nacionais, são Amadeu Albergaria, Paulo Cavaleiro, João Peres, José Manuel Ribeiro (foto) (deputado, presidente da assembleia municipal de anadia e presidente da concelhia), Paula Cardoso, Luís Montenegro, André Almeida, Ricardo Tavares e Ângelo Soares, indicado pelos TSD.”

 http://www.emaveiro.com/scid/emaveiro/defaultArticleViewOne.asp?categoryID=716&articleID=5315

programa eleitoral do PSD para as eleições legislativas: http://www.politicadeverdade.com/?idc=202&idi=4387

“novidades do PS a cumprir caso seja o mais votado”

Julho 29, 2009

Programa_Eleitoral_PS_Sócrates_09

“o programa eleitoral do PS traz algumas novidades que José Sócrates promete implementar na próxima legislatura caso o partido socialista seja o mais votado na representação do parlamento português e formar governo.

José Sócrates apresenta hoje o programa eleitoral que anuncia mudanças em vários impostos do IRS ao IVA. uma das medidas prevê a reforma do IRS com redução das taxas, segundo avançou o jornal diário económico.

o governo já disse que não vai baixar impostos. mas também garantiu que não pretende aumentá-los. o compromisso do PS vai agora no sentido de baixar o imposto sobre o rendimento de pessoas singulares sem perder receita.

num âmbito mais social o programa pretende que o estado, por cada nascimento, deposite 200 euros numa conta-poupança futuro, cativos até aos 18 anos do beneficiário.”

http://dn.sapo.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=1320331

novidades do PS a cumprir caso seja o mais votado, para uma “segunda chance no governo” e um “ufa em encargos” importante para o português exausto e “sem como”.

“Sócrates insiste na maioria absoluta mas com humildade”

Junho 16, 2009

Sócrates_Após_Eleições_Europeias

“”o primeiro-ministro e secretário-geral do PS, José Sócrates, reiterou segunda-feira à noite o objectivo de renovar a maioria absoluta nas próximas eleições legislativas e garantiu “atitude de humildade” para reconhecer “eventuais erros”.””

http://aeiou.visao.pt/socrates-quer-maioria-absoluta-para-governar-sozinho=f512936

mesmo com o “barrete amarelo do PS” nas eleições europeias, José Sócrates insiste na maioria absoluta nas legislativas e para governar sozinho.