Posts Tagged ‘CHC’

a CADES de “mãos abertas” por “juntos pela Teresa”… por todos!

Fevereiro 1, 2010

cerca de 250 pessoas – dos concelhos da mealhada e anadia mas não
só – estiveram no sábado, dia 30 de janeiro, na escola secundária da
mealhada, na cidade da mealhada, para participar na recolha de
registo de dadores de medula óssea, uma iniciativa organizada pelo
núcleo de saúde da associação CADES – cooperação artística,
desportiva, educativa e social, em parceria com o centro de
histocompatibilidade do centro (CHC), que se deslocou ao local com
uma brigada.
pela Teresa, pelo Afonso, pela Sofia, pela Carmen. por todos. foram
estas crianças e tantos outros que necessitam de transplante de
medula óssea que mobilizaram mais de duas centenas de pessoas
para marcar presença na secundária da mealhada e inscreverem-se
no “registo português de dadores de medula óssea”.
Elsa Corga, vereadora da câmara municipal de águeda, também se
associou à causa, por já há algum tempo ter intenção de se registar
como dadora: “faltava apenas surgir a oportunidade. esta causa diz-
me alguma coisa. quando temos casos na família, ficamos sempre
mais sensíveis”, disse, frisando que o facto da recolha ter-se
realizado num concelho que não o seu “não foi de todo impeditivo de
vir. é um dever que temos, independentemente de ser fora de
águeda”.
para a autarca aguedense, “em todos os municípios deve realizar-se
esta acção. dou os parabéns à CADES por tão nobre iniciativa”,
referiu. Janine de Oliveira, presidente da direcção da CADES,
acabaria por assumir à vereadora que a associação “disponibiliza-se
para promover a mesma iniciativa no concelho de águeda”.
também Júlio Penetra, vereador da câmara municipal da mealhada,
veio testemunhar a acção da CADES, defendendo ser “fundamental
que se criem estas oportunidades e pretextos para que as pessoas
participem nestas ajudas. é este o mérito da CADES”. o autarca
realçou ainda a “adesão à acção, com números extraordinários, o que
prova que temos um concelho solidário”.
Leonor Lopes, também vereadora da câmara municipal da mealhada,
esteve presente para dar o seu contributo, louvando a acção da
CADES, que “com tão pouco tempo de existência já dinamiza este
tipo de acções”.
Margarida Arede, familiar do pequeno Afonso, esteve também na secundária da mealhada, sendo responsável pela vinda de várias pessoas à acção da CADES.

a técnica superior de serviço social do CHC, Fátima Pires, fez um
balanço muito positivo desta acção conjunta com a CADES, que
“superou todas as expectativas. as pessoas mobilizaram-se em
grande número. em nome de todos os doentes, o CHC agradece a
colaboração à CADES, por ter promovido a iniciativa”.
“hoje (dia 30) foi, sem dúvida, um dia de orgulho para a CADES!
actividades como esta revelam com muita humildade que ‘existimos
para o outro’. sinto-me orgulhosa por todos os intervenientes no
processo, desde os elementos do núcleo de saúde e comunicação da
CADES, aos profissionais que fizeram questão de apoiar a causa, bem
como pela forte adesão da comunidade”, referiu Janine de Oliveira.
para Joana Fernandes e Carole de Oliveira, coordenadoras do núcleo
de saúde da CADES, a recolha ultrapassou as expectativas. as
pessoas têm de continuar a acreditar neste tipo de causas, porque
precisamos todos uns dos outros”.
dia 13 de fevereiro, das 9 às 17 horas, o CHC, situado dentro da cerca dos hospitais da universidade de coimbra, no edifício São Jerónimo, 4º piso, a pedido dos familiares da Sofia vai realizar nova recolha. quem estiver interessado em inscrever-se pode fazê-lo nesse dia.
 
[núcleo de comunicação da CADES]

 

 

Anúncios