municípios sem fronteiras: “participar significa… honrar a terra de onde somos” [Helder Pato]

by

as expectativas eram grandes na noite de quinta-feira, 27 de agosto, noite esta que marcava o início de mais uma edição do “municípios sem fronteiras”. e desde logo, o ambiente de festa dava ênfase ao sucesso que se veio a verificar com a realização desta iniciativa. Municípios_Sem_Fronteiras_Animação_Equipa_Plateia 

as festas da cidade têm como evento auge o “municípios sem fronteiras”, que assinala a comemoração do aniversário da elevação de oliveira do bairro a cidade. e este ano foi o sexto.

milhares de pessoas assistiram aos jogos, apoiando a freguesia a que pertenciam, tornado estes jogos competitivos e animados.

cerca de 150 jovens das seis freguesias, cada uma delas representada por duas equipas, juntaram-se no espaço inovação, onde disputaram provas de diversas áreas como provas desportivas e recreativas que envolveram demonstrações de talentos, habilidade e força, velocidade e equilíbrio.

para a final concelhia, na noite de sábado, dia 29 de agosto, a equipa da mamarrosa A partiu em primeiro lugar com 71 pontos, seguida da equipa de oiã A, com 64 pontos. o desfecho pouco diferiu desta classificação, terminando a equipa de oiã A em terceiro lugar, com 81 pontos, em segundo lugar ficou a equipa de oliveira do bairro A, com 90 pontos e a equipa da mamarrosa A consagrou-se a grande vencedora do concelho com 94 pontos.

no domingo, dia 30, realizou-se a esperada final intermunicipal com as equipas de mira, vagos, vila nova de paiva, vouzela e oliveira do bairro, representada pela equipa vencedora da sessão anterior.

Helder Pato, capitão da equipa mamarrosa A descreve a participação nesta iniciativa da seguinte forma: “participar significa convívio, significa diversão e significa honrar a terra de onde somos”. e acrescenta que “ganhar significou o culminar do esforço que toda a equipa teve”. Municípios_Sem_Fronteiras_Vencedores_Final_Intermunicipal_3

depois de momentos de muita diversão, onde imperou a competição saudável, traduzida em momentos de grande convívio, que o concelho muito se orgulha de promover, oliveira do bairro foi a grande vencedora da final intermunicipal, acabando a competição com 17 pontos. 

Municípios_Sem_Fronteiras_Vencedores_Final_Intermunicipal_2

[câmara municipal de oliveira do bairro]

Etiquetas: , , , , , , , ,

Uma resposta to “municípios sem fronteiras: “participar significa… honrar a terra de onde somos” [Helder Pato]”

  1. daniel Says:

    gostei muito da festa de vosseii!!!!!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: