vagos: “eu não matei o meu filho.”

by

Caso_Mãe_Menino_Queimado_Vagos

“”na versão que apresentou aos jornalistas, numa breve conversa, Luísa disse ter dito à filha, Joana, de oito anos, que ia “pôr a roupa a lavar” e ter-se-á ausentado de casa, deixando Filipe aos cuidados da irmã. mais tarde – contou -, ouviu gritos ao entrar no apartamento e dirigiu-se à casa de banho onde retirou a criança da banheira – que se encontrava com a tampa colocada no ralo – cerca das 12.00. ontem, em visível estado de choque, repetia insistentemente: “eu não matei o meu filho.”

Ama_Menino_Queimado_Vagosdurante um mês, Maria Freitas foi ama de Filipe. ontem, mal soube da notícia, foi à casa da família. ao DN contou que “ficava com ele durante o dia e trazia-o às 21.00, mas o menino não queria vir para casa”. visivelmente comovida, revelou existir falta de higiene e de assistência da mãe das crianças que, segundo ela, tem cinco filhos apesar de Joana e Filipe serem os únicos ao seu cuidado. “a mãe não tem responsabilidade nenhuma”, desabafou.””

crimes de que pode ser acusada a mãe

homicídio por negligência
omissão de auxílio
responsabilidade do estado
[texto de Joana Capucho]

http://dn.sapo.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=1323860&seccao=Centro

Etiquetas: , , , , , , , , , ,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: