Yves Clerc et “ma bonne question”

by

 

quis levar a minha foto e fiz-me entender. perguntei ao Yves Clerc qual, da sua arte, a que mais gostava para a minha arte.“bonne question”, respondeu sorrindo-se. não procurou. vite fait, achou.

“le dernier, toujours” , disse. o seu mais recente trabalho que o Yves considera sempre o melhor [foto da tela enquadrada com Yves Clerc]

 

“mantivemo-nos” satisfeitos e fidedignos no espaço arte livre.

levei também um à parte. fez-me lembrar uma inocência no mundo das artes e o quanto é possível pintá-la.

http://dn.sapo.pt/2008/10/18/dngente/a_opulencia_pictorica_um_artista_irr.html

 

“ofereço este post” ao meu pai que hoje celebra 62 anos. têm um ponto em comum, o meu pai e o Yves: entenderam-me quando foi preciso.

Etiquetas: , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: